23 de junho de 2014

Cidade da Meia-Noite por J. Barton Mitchell

Livro I - Saga da Terra Conquistada

Autor: J. Barton Mitchell
Editora: Jangada
ISBN: 9788564850606
Ano: 2014
Páginas: 448

Classificação: 
A Terra é conquistada por uma raça alienígena conhecida como os Confederados. A população adulta da Terra desaparece de vista, sucumbida pela Estática - um poderoso sinal telepático irradiado pelos alienígenas, que reduz as pessoas a um estado de total servidão. Mas existe um grupo imune aos seus efeitos: as crianças e os adolescentes. Enquanto isso, Holt Hawkins, um caçador de recompensas, tem como alvo Mira Toombs, uma astuta caçadora de tesouros com a cabeça a prêmio. Não demora muito para Holt capturar sua presa, mas a forte atração que surge entre os dois não é algo com que ele contasse. A queda de uma nave dos Confederados nas proximidades do lugar onde Holt e Mira estão acampados revela uma surpresa - a única sobrevivente é uma garotinha que não se lembra de mais nada a não ser do próprio nome: Zoey. Logo eles descobrem que todo o exército alienígena está à procura de Zoey. O que ela tem de tão especial? Será que os poderes dessa garota, por mais improvável que isso possa parecer, são a chave para deter os Confederados de uma vez por todas?

Após a invasão de uma raça alienígena, conhecida como os Confederados, tudo mudou e a Terra já não é mais a mesma. Isso por que, com a invasão, a população adulta desapareceu restando apenas as crianças e os adolescentes com até no máximo dezoito anos. Ninguém sabe explicar por que somente os adultos sucumbiram à estática - um sinal telepático enviado pelos alienígenas a fim de recrutar seres humanos... Além de praticamente reduzi-los à zumbis - e por que este sinal telepático não funciona com os mais jovens. Mas isso não significa que eles vivam em paz no que restou da Terra. Obrigados a viverem escondidos e a terem tido que amadurecer muito rápido, sentem no fundo de suas mentes o chamado da estática e sabem que conforme forem ficando mais velhos também sucumbirão e sumirão assim como todos os outros adultos.

Holt faz parte de uma pequena parte de jovens que são imunes à estática, ou seja, ele não sofre com o ruído da estática em sua cabeça e sabe que não sucumbirá a ela, além de saber que poderá envelhecer. Algo que a grande maioria dos jovens sabe que não acontecerá com eles, pois sabem que ao completarem no máximo dezoito anos irão sumir de vista, mas isso não é um grande conforto para Holt. Afinal, como viver em um mundo praticamente todo povoado por crianças e jovens sendo muito mais velho? Mas isso é algo com o qual ele tenta não se preocupar muito agora. No momento, Holt só foca em sobreviver em meio a todo esse caos. Num dado momento, ele descobre que se conseguir capturar Mira Toombs - uma bucaneira*** - conseguirá uma ótima recompensa que lhe ajudará a se livrar de seus problemas e consequentemente, parará de ser perseguido. Mas quando Holt finalmente consegue encontrar Mira, descobre que será uma tarefa nada fácil capturá-la, pois ela é muito mais inteligente e esperta do que ele imaginou. Na tentativa de manter Mira prisioneira e levá-la à Cidade da Meia-Noite - lugar cujo qual terá que levá-la para receber a recompensa - acaba resgatando Zoey. Uma menininha que caiu de uma nave dos confederados e que não se lembra de absolutamente nada, somente de seu nome. Mesmo com um instinto de sobrevivência muito forte, o que significa saber que ficar sozinho em sua jornada é a melhor opção, Holt não consegue sequer supor deixar Zoey sozinha e desamparada em meio a tanto caos e decide que a levará com ele até saber o que fazer com ela. Porém, com o tempo as coisas começam a mudar entre Holt e Mira, e consequentemente os objetivos dele e dela também. Mas não somente isso. Eles começam a perceber que os confederados, por algum motivo, estão atrás de Zoey e com isso, estão fazendo de tudo numa caça enlouquecida pela menininha. Mas por que os confederados estariam tão desesperados atrás de uma criança? Como Zoey poderia ser uma ameaça à alguém? Por que ela não se lembra de nada? Porque Mira Toombs está sendo caçada? O que Holt tanto esconde? Essas e muitas outras perguntas nos acompanharão ao longo da leitura de Cidade da Meia-Noite.

Cidade da Meia-Noite nos oferece uma história rica em detalhes e com uma ação do início ao fim de tirar o fôlego. Os personagens são fortes, com características únicas e marcantes e é totalmente impossível não se apaixonar por cada um deles; Inclusive pelo Max, o cachorro e melhor amigo de Holt. O cachorro mais esperto e fofo de todos. Por mais que o livro seja bem grande, a leitura flui de uma maneira incrível e é praticamente impossível querer largar-lo para fazer qualquer outra coisa.

O livro é dividido em capítulos não muito grandes e é contado em terceira pessoa. Algo extremamente positivo levando-se em conta que temos três personagens e cada um com histórias, segredos e pontos de vista completamente diferentes e a narração em terceira pessoa nos possibilita termos a visão de cada um deles, visto que a cada momento e as vezes, a cada capítulo, temos a história narrada pelo ponto de vista de cada um.

Este é um dos poucos livros em que é difícil acreditar que alguém vá ler e não vá gostar, por mais que não goste de livros sobre alienígenas, pois a história é tão única e tão intensa que no meu ponto de vista é impossível não se sentir totalmente envolvido. Quando eu já achava que não teria mais história e emoção para um segundo livro, me vi totalmente enganada em pensar isso devido ao final. Ao contrário do que eu imaginava, o segundo livro promete ainda mais emoção, ação e aventura. Nem preciso dizer o quanto estou ansiosa né?

Também não posso deixar de comentar sobre o Grupo Editorial Pensamento que como sempre fez um belíssimo trabalho, pois a diagramação e a revisão estão impecáveis; o tamanho da letra mesmo sendo um pouco pequena ainda é bem agradável para a leitura e as folhas são amareladas.

Se você gosta ou estava procurando por um livro com ação do início ao fim literalmente, com uma carga de emoção muito forte, mas com um romance fofo de leve... Digo sem medo de errar que Cidade da Meia-Noite era o que você estava procurando.

*** Bucaneiro(a) - Pessoas capazes e corajosas o suficiente para entrarem nas Terras Estranhas - lugar cujo qual se tornou praticamente impenetrável após o ataque. Ou seja, tudo o que é comum hoje, como: caneta, lápis, moedas, borrachas e etc, após o ataque alienígena se tornaram artefatos com poderes e que quando combinados de maneira certa, se tornam as vezes armas muito poderosas. Com isso, os bucaneiros são os que se aventuram atrás destes artefatos e os únicos com maiores conhecimentos quando se diz respeito a combiná-los.

40 comentários

  1. Meu Deus, eu A-D-O-R-E-I a resenha!! Amei o livro e me identifiquei com ele logo de cara, tem tudo o que eu gosto. Está na topo da minha listinha de prioridades. PRECISO ler esse troço!

    Pelo visto, além da história principal, tem outras menores que dão origem a outras e tudo acaba numa teia de aranha. Adoro ação. Esse livro parece ser realmente muito bom, espero que tenha continuação (adoro quando livros tem continuação, não sei por que kkkkkkk)

    Um beijo,
    Lê.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia! Que bom que gostou da resenha. =)

      E ahh... O livro terá continuação sim e como eu disse na resenha, estou louca pelo segundo livro, pois promete muito.

      Super beijo!!!

      Excluir
  2. Ação, emoção e romance.Uau,adorei!
    Achei que o livro vale muito a pena pela empolgação da sua resenha.
    Quero ler com toda certeza! :)

    ResponderExcluir
  3. Adorei a história desse livro, quero ler. Pois adoro livros assim cheio de ação e com uma pitadinha de romance fofo.

    ResponderExcluir
  4. Sou apaixonada por livros do gênero e me apaixonei pelo enredo desse desde que o vi pela primeira vez *--------*
    Adorei sua resenha ^-^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jéssica! Que bom que gostou da resenha. =)

      Bjão!

      Excluir
  5. Este é um tipo de leitura que eu adoro. Aliens, zumbis, romance. Nao ficou claro para mim, por que Holt nao tem problema com a estatica. Mas sério, que show de livro. Viver num mundo de crianças nao deve ser facil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Katia!

      Tbm ñ fica muito claro no livro o porquê de algumas pessoas serem imunes a estática, assim como o Holt. Talvez esta explicação venha no segundo livro, mas esse detalhe só faz com que fiquemos ainda mais curioso com relação as coisas que acontecem. =)

      Super beijo!!!

      Excluir
  6. Layse!
    Ando maluquinha para ler esse livro.
    Amo livro de ação, ainda mais quando vem carregado de mistérios onde podemos acompanhar as personagens em ações que seriam inimagináveis.
    Obrigada por sua resenha.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada vc Rudynalva, por sempre nos acompanhar! =)

      Beijão

      Excluir
  7. Ótima resenha!
    Parece realmente ser um livro incrível. Me lembrei um pouco de alguns filmes do Spielberg, com bastante ação.
    Estou curiosíssima para saber o motivo de todos os aliens quererem capturar a pequena Zoey.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Bruna! Fico muito feliz! =)

      Super beijo!!

      Excluir
  8. Que resenha incrível!!! Já tinha ouvido falar do livro, mas não imaginei que a história fosse assim, tão cheia de ação e até romance. Os personagens parecem ser bem carismáticos e com muitos mistérios para serem descobertos no decorrer da leitura. Fora a capa, que é muito linda!! Com certeza esse eu vou ler!!

    Beijokas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Érika!!! Fico muito feliz que tenha gostado da resenha. =)

      Super beijo!

      Excluir
  9. Ainda não conhecia esse livro e não daria muita coisa pela sinopse, mas a sua resenha me convencei de que é uma fantasia e tanto. Na realidade, acho que nunca li nenhum livro sobre et´s, mas em Cidade da meia noite, o autor parece ter acertado a mão em todos os aspectos da criação da história.

    Bjok

    ResponderExcluir
  10. Só eu que achei o símbolo da capa igual os símbolos de instrumentos mortais?
    Não sou muito fã desse gênero mas a história parece ser boa…tipo, tem tudo pra ser legal e até quem sabe virar filme (se bem que filmes de ets não andam fazendo sucesso).
    A resenha ficou bem legal e apesar de ser uma série acho que o leria bem de boa...

    ResponderExcluir
  11. Adorei saber que este livro é bom. Já estava querendo ler e você conseguiu tirar minhas dúvidas sobre a história. Gostei muito dos seus comentários na resenha. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Esse é um daqueles livros que você fica louco pela continuação antes mesmo de ler o primeiro.... mas confesso que a primeira coisa que passou na minha cabeça quando se falou sobre umsinal telepatico que torna os humanos servos, me lembrou da serie V (visitors)

    ResponderExcluir
  13. Raça alienígena? A Terra já não é mais a mesma? Nossa, já gostei. Já quero. Adoro livros que abordam esse tema. E ainda mais se ele tem ação do começo ao fim e um romance fofo. Uniu o útil ao agradável. Adorei a resenha. Me deixou muito curiosa para fazer a leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha gostado da resenha Cecília! =)

      Super beijo

      Excluir
  14. mais distopia, aiai, é muita pro meu bolso rsrs eu adorei, achei bem interessante e uam uma vez a resenha me conquistou, é estranhe eu gostar tanto de distopia e nunca ter lido nada a respeito dessa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha Emanoelle! =)

      Super beijo

      Excluir
  15. Uau, por onde andei que não sabia a existência desse livro até ler esta resenha? Com certeza é um livro que eu preciso ler, por vários motivos: 1- Amo distopias; 2- Como você disse na resenha o livro tem ação do início ao fim, o que eu adoro; e 3- Se você diz que esse é um dos poucos livros em que é difícil acreditar que alguém vá ler e não vá gostar é porque é realmente pra lá de bom viu.
    Espero poder ler em breve, fiquei com as expectativas bem altas sobre Cidade da Meia-Noite ao ler sua resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muuuito feliz que tenha gostado da resenha Andreana!!! =)

      Tenho certeza que vc vai amar o livro assim como eu.

      Super beijo

      Excluir
  16. A história desse livro me chamou muita atenção, ficção cientifica + distopia, é uma combinação que me agrada bastante. Gostei muito de como você descreveu a história e a sua resenha me animou, esse parece ser um livro de tirar o fôlego, adorei a temática do livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Gizeli! Fico feliz que tenha ficado animada em lê-lo e tenha gostado da resenha. =)

      Super beijo

      Excluir
  17. Nossa, esse livro tem uma mistura tão grande de emoções que fiquei perdida até na resenha. HAHAHAHA Gostei muito da resenha e a capa desse livro é ma-ra-vi-lho-sa! Gostei do tema dele, bem simples, rápido e gostoso de ler. Super ansiosa pela oportunidade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lilian. Fico feliz que tenha gostado da resenha. =)

      Super beijo

      Excluir
  18. Como me amarro em livros desse gênero, já era certeza que iria ler. Depois que vi que ele é muito bom, ele acabou pulando na frente de alguns outros desejados do momento. Livros com essa pegada de ação do começo ao fim estão raros ultimamente, então, quando surge algum com essa característica temos mais é que aproveitar.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  19. alem dessa capa ser maravilhosa a historia me parece ser mt boa tb! ja anotei aqui na minha listinha para ler!
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc vai adorar o livro, tenho certeza! =)

      Super beijo!

      Excluir
  20. Oiii,

    Entrei nas distopias a pouco tempo, confesso que relutei. Mas to gostando muito! Esse é um livro que fiquei curiosa. Parabéns pela resenha!

    um super abraço!

    ResponderExcluir
  21. Gosto de livro de ação e esse me cativou. Resenha muito bem escrita que me fez querer ler o livro imediatamente. Adicionado em minha lista dos "quero ler".

    ResponderExcluir
  22. Sério que me impressiono com cada que resenho que leio,mas a sua foi a melhor que já li em minha vida.Você escreve muito bem,parabéns.O livro já me chamava a atenção pela a capa,só foi ler sua resenha que me interessei mais ainda.Quando puder comprarei.Parabéns mais uma vez. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ester!!! Muito obrigada pelo elogio! Fico muito feliz que tenha gostado da resenha... De verdade! =)

      Super beijo!!!!

      Excluir
  23. Ganhei o segundo livro de presente e ainda não li, fui pesquisando pra ver se compensava comprar o primeiro livro e vejo esta resenha, fiquei muito animado e agora estou doido pra ler!

    ResponderExcluir
  24. Esssa série foi uma das melhores que já li em toda a minha vida. Super gostei do mundo criado, das tramas secundárias, dos personagens. Meu personagem preferido é a Mira, acho ela muito "foda".

    Ótima resenha *-

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o blog! Pois graças a ele, sabemos o que vem achando dos nossos posts. Se chegou até aqui para comentar, já agradecemos o seu carinho! Ah... E volte sempre! ♥