30 de agosto de 2017

O dia que conheci a Eslovênia...

E estou de volta para mais um post sobre a minha última eurotrip, e agora é a vez do lugar que é puro amor: Bled na Eslovênia.
Vista do alto do lago Bled

19 de agosto de 2017

Minha Viagem para Ibiza no Verão...

Como prometido, volto para dividir com vocês a eurotrip que fiz neste último mês de julho... Verão europeu.

Este foi o quarto ano seguido que viajei para a Europa, pois por mais que eu sempre prometa a mim mesma a cada ano que viajarei para um lugar que não seja a Europa, alguma força maior do universo me puxa de volta para lá. Juro que é algo muito mais forte do que eu rs, afinal, minha paixão por lá e minha vontade de conhecer os países que ainda não conheço sempre me deixam louca para voltar de novo e assim sempre volto.

Eu ainda não havia conseguido viajar para lá no verão. Tinha ido duas vezes no inverno e mais duas na primavera e sempre quis ir na alta temporada por ouvir falar que o verão europeu era uma das melhores coisas que se poderia viver na vida e digo uma coisa: é de fato uma das melhores coisas (se não a melhor de todas) que você viverá na sua vida. Muita gente linda, animada, querendo festa, praia, azaração... Como não ser o melhor verão? Pois bem... Então vamos ao post do lugar que mais marcou a minha viagem: Ibiza!

Praia de Cala Comte

14 de agosto de 2017

Minha viagem para a Croácia no Verão...

E depois de um tempinho sumida eis que estou de volta! Mas antes quero que saibam que tem um motivo bom para esse sumiço todo: Durante todo o mês de julho estive na Europa vivendo o melhor verão da minha vida (digo isso sem medo desta afirmação) e por conta disto o blog ficou sem posts. Mas a boa notícia é que agora irei dividir com vocês todo o meu roteiro e todo o meu sonho de verão com muitas festas, praias, mais festas e mais praias rs...

Decidi iniciar as postagens desta minha última eurotrip falando da Croácia por ter sido o local que eu passei mais tempo. Foram 12 dias no total que ficaram divididos da seguinte forma:

Cheguei na Croácia por Dubrovnik. Uma cidade com pouco mais de 40 mil habitantes, mas o que não falta são opções quando a dúvida é o que fazer por lá. Não é à toa que é a cidade mais visitada da Croácia, e como se trata de um lugar que ainda carrega traços medievais, acaba também servindo de cenário para as gravações da maravilhosa e esplêndida série Game Of Thrones. Eu sou absolutamente louca por esta série, logo já dá para imaginar que fiquei que nem pinto no lixo, pois além da cidade ser lindíssima, pude estar nos exatos locais que algumas cenas super marcantes da série foram filmadas. A alegria era tanta que deu até uma vontade de chorar (sou chorona rs) e costumo chorar de alegria com certa frequência rs. Detalhes pessoais a parte, vamos entrar em alguns outros detalhes mais importantes... Lá, eu e meus amigos ficamos hospedados em um apartamento que achamos no booking.com e a localização era de encher os olhos. Tínhamos toda a visão da Cidade Velha - A Velha Dubrovnik é uma cidade medieval amuralhada, declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. É no cenário formado por suas ruas e casas de pedra que acontece todo o burburinho da cidade. São dezenas de lojas, restaurantes, bares, museus e igrejas. Além de estarmos a cinco minutos de distância a pé.

Antes de escolher o local para ficarmos hospedados por lá, pesquisei bastante sobre onde seria legal ficar, e noventa e nove porcento dos blogs diziam que o ideal era ficar hospedado fora da Cidade Velha mas perto o bastante dela, por se tratar de um lugar bem complicado para os viajantes que chegam cheios de mala devido a estrutura das ruas e pela infinidade de escadarias (e haja escadaria!). As vezes precisávamos parar no meio da subida por que era um tanto tenso rs. Logo, com esta informação, achamos este apartamento maravilhoso, com um conforto incrível e mais perto da Cidade Velha impossível!

A foto abaixo foi tirada da sacada do AP que ficamos hospedados com a Cidade Velha ao fundo...

12 de junho de 2017

Espero por você por Jennifer L. Armentrout


Autor: Jennifer L. Armentrout
Editora: Novo Conceito
Ano: 2017
ISBN: 9788581638201
Páginas: 384
Classificação:  

Algumas coisas valem a pena esperar. Algumas coisas valem a pena experimentar. Algumas coisas não devem ser mantidas em silêncio. E, por algumas coisas, vale a pena lutar. Avery Morgansten precisa fugir. Ir para uma faculdade a centenas de quilômetros de casa foi a única forma que encontrou para esquecer o acontecimento fatídico que, cinco anos antes, mudara a sua vida para sempre. O que não estava em seus planos era atrair a atenção do único rapaz que pode mudar totalmente a rota do futuro que Avery está tentando construir. Cameron Hamilton tem um metro e noventa de altura, impressionantes olhos azuis e uma habilidade notável para fazer com que Avery deseje coisas que ela acreditava terem sido roubadas irrevogavelmente dela. Envolver-se com ele é perigoso. No entanto, ignorar a tensão entre eles — e despertar um lado dela que nunca soube que existia — é impossível. Até onde ela estará disposta a ir e o que fará para esquecer o passado e viver aquela relação intensa e apaixonada, que ameaça ruir todas as suas certezas e fazê-la conhecer um mundo de sensações que julgava estar negadas para sempre?

Depois de algumas aventuras lendo livros que normalmente não fazem meu estilo, resolvi voltar as origens... ok, não tão as origens, já que gosto mesmo é de chick-lit, mas, um vinho e romance de vez em quando não fazem mal a ninguém.

22 de maio de 2017

A Última Camélia por Sarah Jio

Autor: Sarah Jio
Editora: Novo Conceito
ISBN9788581638355
Ano: 2016 
Páginas: 304
Classificação:  

Às vésperas da Segunda Guerra Mundial, o último espécime de uma camélia rara, a Middlebury Pink, esconde mentiras e segredos em uma afastada propriedade rural inglesa. 
Flora, uma jovem americana, é contratada por um misterioso homem para se infiltrar na Mansão Livingston e conseguir a flor cobiçada. Sua busca é iluminada por um amor e ameaçada pela descoberta de uma série de crimes. 
Mais de meio século depois, a paisagista Addison passa a morar na mansão, agora de propriedade da família do marido dela. A paixão por mistérios é alimentada por um jardim de encantadoras camélias e um velho livro.
No entanto, as páginas desse livro insinuam atos obscuros, engenhosamente escondidos. Se o perigo com o qual uma vez Flora fora confrontada continua vivo, será que Addison vai compartilhar do mesmo destino?

A escolha de ler esse livro foi pautada na ideia de abrir a mente e ler algo fora das minhas escolhas óbvias, e posso dizer que foi uma experiência bem interessante... mas antes de revelar minhas observações segue a resenha.
----
O livro discorre sobre duas jovens, que mesmo com mais de meio século de diferença entre elas, têm suas histórias cruzadas: Flora uma jovem americana que em virtude de dificuldades financeiras de sua família acaba se envolvendo em um perigoso negócio de contrabando de flores raras e Addison, uma jovem paisagista, apaixonada por mistérios e que tem em seu passado um segredo sombrio.