17 de setembro de 2013

O Dia Seguinte por Luis Eduardo Matta

Autor: Luis Eduardo Matta
Editora: Escrita Fina
ISBN: 9788563877338
Ano: 2011
Páginas: 252
Classificação: 
Farid Wassouf, um brasileiro de origem síria e Yaakov Zilberman, um judeu norte-americano, são grandes amigos há muitos anos, além de sócios em uma empresa de comércio entre Brasil e Estados Unidos. A suspeita da existência de um esquema de fraude na firma faz com que Farid viaje a Nova York, onde deverá se reunir com o detetive contratado para investigar o caso. No dia do encontro, porém, o detetive é assassinado e Farid desaparece, sem deixar rastro. Semanas mais tarde, sua mulher, acompanhada do filho Antônio, de 14 anos, chega à cidade para tratar do assunto com Yaakov. Os dois estão reunidos no World Trade Center, onde fica a sede da companhia, quando o complexo é atacado na manhã de 11 de setembro de 2001 e morrem no colapso das torres. Antônio é acolhido na casa da viúva de Yaakov, cujo filho, Michael, tem a sua idade. Com a mãe morta, Antônio precisa localizar o pai desaparecido e Michael se oferece para ajudá-lo. No dia 12 de setembro, numa Nova York apavorada e em estado de choque, os dois saem em busca de Farid e acabam se envolvendo numa sequência imprevisível de perigos e fortes emoções, que trará as respostas para todos os mistérios. Em O DIA SEGUINTE, Luis Eduardo Matta recria o horror dos ataques de 11 de setembro de 2001 para contar uma história tensa e, ao mesmo tempo, comovente de suspense e aventura, que celebra a amizade entre árabes e judeus.

Farid e Yaakov são sócios em uma empresa de medicamentos e suplementos farmacêuticos, com sede no Brasil e em Nova York. Farid descobre que uma rede de tráfico de drogas sintéticas pode estar usando sua empresa para transportar drogas para a América Latina, e que haveria gente de dentro da empresa facilitando as coisas. Misteriosamente, após contratar um detetive particular para investigar melhor o caso, o detetive aparece morto e Farid desaparece sem deixar rastros. 
Com isso, sua mulher e seu filho - Antônio - partem para os EUA, a fim de desvendar o desaparecimento dele. Eles tinham uma reunião marcada com o sócio da empresa e presidente da filial norte americana no restaurante da torre norte do World Trade Center, porém, Antônio volta para o hotel para buscar a carteira e deixar a mãe conversando com o sócio de seu pai sozinha.
O que Antônio não poderia imaginar é que no dia 11 de setembro de 2001, seria o último dia que ele veria a sua mãe viva...

No meio de todo o caos produzido pelo atentado, Antônio se vê desamparado (seu pai sumiu e sua mãe está morta!), em outro país, e tendo que conviver com a família do, também falecido, sócio de seu pai. 
Sua única alternativa é tentar descobrir onde esta seu pai e o que aconteceu para que ele sumisse dessa forma. Para isso, ele contará com a ajuda de Michael, filho do sócio de seu pai, que apesar de estar sofrendo com a perda do pai, percebe que o sofrimento dele é o mesmo de Antônio, só que com um agravante: ele pelo menos ficou com a mãe! Antônio, nem isso tem...
Com isso, os meninos começam a investigar pro conta própria o esquema de tráfico da empresa, mas o que eles não poderiam imaginar é que iriam lidar com gente muito perigosa, e que o perigo pode estar bem ao lado deles...

O livro começa com o relato do 11 de setembro pela visão de Antônio. Eu achei essa parte o ponto alto do livro, pois a descrição que o autor faz dos fatos, faz com que você se sinta vivenciando aqueles fatídicos momentos. Na verdade, me lembrou muito um documentário que vi há alguns anos atrás: 102 minutos que mudaram o mundo.
Ele descreve exatamente a cena que vemos no documentário, com as pessoas na rua; chorando; perdidas e de repente, aquela nuvem de fumaça e escombros vindo na sua direção. Sinistro...

Se você quer saber o que realmente aconteceu no 11/09, assista esse documentário! Mas vou logo avisando... ele não é feito para pessoas com o coração fraco... é desesperador!!! A sensação é que você esta vivendo todos os acontecimentos "in loco".  Ele começa meio devagar, mas depois que vem o segundo avião e as torres começam a cair... o bicho pega! Se você não tem estômago pra isso, não veja!! 



Passada a parte do 11 de setembro, temos o desenvolvimento real da história, ou seja, "O Dia Seguinte".
A partir desse momento, passamos a ter um enredo de filme de sessão da tarde, onde uma dupla de garotos resolvem "dar uma de detetive" e acabam se metendo com as pessoas erradas e arranjando confusão por onde passam. Mas calma. Apesar do livro começar bem tenso, ele tem uma leitura fácil e não são aprofundadas as questões dos atentados. O foco fica mesmo na amizade que vai surgindo entre os meninos e na rede de tráfico que atua na empresa.

Trata-se de uma história sobre a amizade. Como é possível que dois povos tão diferentes - Antônio é árabe e Michel é judeu - possam se tornar amigos, quando suas nações são inimigas há anos!
O livro começou muito bem, mas depois que passou para o estilo sessão da tarde, o enredo ficou previsível. Por esse motivo, a minha nota foi 3.
Boa leitura!

15 comentários

  1. Nossa adorei saber de um livro que tem o desastre de onze de setembro como base, muito interessante uma pena que a leitura tenha desandado mas mesmo assim me interessou..Não conhecia o livro e gostei muito da resenha vou até assistir o documentário que vc citou..Achei a capa feiinha mas pretendo assim que possível dar uma chance para o livro..Bjus

    ResponderExcluir
  2. Precisamos de mais livros nesse estilo!
    Realmente parece ser muito bom
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Parece ser ótimo, e forte também! Bom saber o que aconteceu depois da tragedia propriamente dita.
    Vou com certeza assisti esse documentário, preparando os lenços já.

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia esse livro, mas até que achei a trama interessante. Pena que a história começa bem, mas vai caindo no decorrer das páginas. O que achei legal é que o autor usou um fato histórico contemporâneo para ser um ponto de partida de toda a trama. Fiquei curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  5. Gostei da primeira parte da história - o relato por alguém que estava presenciando o que aconteceu no dia 11 de setembro, mas depois disso parece uma história de sessão da tarde, como vc mesma disse.
    Não sei se leria o livro, pois a segunda parte, dos meninos brincando de detetive, provavelmente me desanimaria um pouco. Mas vou assistir o documentário!

    ResponderExcluir
  6. Vixe, livro de investigação previsível é horrível. Horrível mesmo gente, que horror. Eu como não tenho estômago forte nem me arrisco com o documentário, mas deve ter sido mesmo uma tristeza para os parentes das vítimas, algo sem dúvidas desisperador.
    Não sou muito fã de livros de investigação previsíveis, mas você diz que tem foco na amizada dos garotos, mas mesmo assim é muito 'sessão da tarde', às vezes até gosto disso para dar uma descontraída, mas são raras as vezes. O autor né nacional né?!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo joia?!
    Está lindo seu blog, já estou te seguindo...
    Segue o meu tbm, eu iria adorar!!!
    http://manyelly.blogspot.com.br/
    http://www.pinterest.com/manyelly/
    Sucesso para você!!!
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. Esse livro me pareceu ser bem interessante, mesmo com um tema forte como é apresentado!

    Quando estiver mais folgada aqui nas leituras irei porcurar por ele!

    Mil beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  9. Achei bastante interessante ter o 11 de setembro, com essa trama seria um livro bem curioso pra ler, pena que caiu no tipo "sessão da tarde".

    ResponderExcluir
  10. Achei a ideia bem legal e parece ter um conteúdo legal, mas não me interessei muito pelo livro =/ Infelizmente. Não foi aquele amor a primeira vista, sabe? Quem sabe um dia...

    ResponderExcluir
  11. O atentado de 11/09 foi muito importante para mim, além de todo o impacto eu tinha amigos passeando em NY. Parece ser um livro bem interessante, pretendo lê-lo apesar do fim previsível.

    ResponderExcluir
  12. Muito interessante o livro mostrar esta mistura de árabe com judeu. Nunca li uma historia sobre 11 de setembro ou com o fato de pano de fundo.

    ResponderExcluir
  13. Ter 11 de setembro como base é novidade para mim e me interessei bastante, parece ser uma história muito legal mesmo.

    ;)

    http://pseudonimoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Nao tinha ouvido falar desse livro ainda, mas ele nao me interessou...Ainda mais por receber só 3 estrelas, hehe

    É novidade, o tema...Mas nao me interessa

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o blog! Pois graças a ele, sabemos o que vem achando dos nossos posts. Se chegou até aqui para comentar, já agradecemos o seu carinho! Ah... E volte sempre! ♥