5 de abril de 2015

Bruxa da Noite por Nora Roberts

Livro I da Trilogia Primos O'Dwyer

Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580413847
Ano: 2015
Páginas: 302
Classificação: : 
De uma das autoras mais queridas do mundo chega uma trilogia sobre a terra a que nos conectamos, a família que guardamos no coração e as pessoas que desejamos amar... Com pais indiferentes, Iona Sheehan cresceu ansiando por carinho e aceitação. Com a avó materna, descobriu onde encontrar as duas coisas: numa terra de florestas exuberantes, lagos deslumbrantes e lendas centenárias – a Irlanda. Mais precisamente no Condado de Mayo, onde o sangue e a magia de seus ancestrais atravessam gerações – e onde seu destino a espera.Iona chega à Irlanda sem nada além das orientações da avó, um otimismo sem fim e um talento inato para lidar com cavalos. Perto do encantador castelo onde ficará hospedada por uma semana, encontra a casa de seus primos Branna e Connor O’Dwyer, que a recebem de braços abertos em sua vida e em seu lar. Quando arruma emprego nos estábulos locais, Iona conhece o dono do lugar, Boyle McGrath. Uma mistura de caubói, pirata e cavaleiro tribal, ele reúne três de suas maiores fantasias num único pacote. Iona logo percebe que ali pode construir seu lar e ter a vida que sempre quis, mesmo que isso implique se apaixonar perdidamente pelo chefe. Mas as coisas não são tão perfeitas quanto parecem. Um antigo demônio que há muitos séculos ronda a família de Iona precisa ser derrotado. Agora parentes e amigos vão brigar uns com os outros – e uns pelos outros – para manter viva a chama da esperança e do amor.

Iona sempre achou que nunca se encaixava em lugar algum. Sempre sendo deixada de lado pela família, nunca conseguindo se envolver de fato com ninguém... tinha certeza de uma coisa: seu lugar não era nos Estados Unidos. Sempre soube através de sua avó materna, que era a única que de fato se importava com ela, que possuía parentes na Irlanda e que o passado de sua família era muito mais intenso do que de qualquer outra. Isso por que Iona era descendente de Sorcha. Uma bruxa muito poderosa, mais conhecida como A Bruxa da Noite. Porém, o que lhe era uma dádiva, pois era uma bruxa boa e sempre ajudava a todos ao seu redor, também lhe trazia um grande pesar. Pois Cabhan, um bruxo também muito poderoso, mas não tanto quanto ela, lhe perseguiu por toda a sua vida na busca de seu poder, tentando a todo tempo seduzi-la e tê-la, pois uma vez juntos seriam invencíveis. Mas Sorcha nunca se juntou a ele, pois Cabhan ia muito além do mal, uma vez que para ter ainda mais poder havia vendido sua alma às trevas. A fim de tentar detê-lo para sempre para que não lhe fizesse mal ou aos seu filhos que ele jurava que mataria um a um... Sorcha dividiu seu poder entre os três e os pediu que fugissem, pois ainda eram crianças muito pequenas e fez um feitiço que quase o destruiu, mas que não foi suficiente e acabou lhe custando a vida. Porém, antes dela morrer e seus filhos tivessem que fugir, juraram que a vingariam e acabariam de vez com esse tormento. Mesmo que isso durasse muitas vidas. E é desta árvore geneológica que Iona vem. Ela possui o “pedaço” do poder que há tantos anos atrás Sorcha havia dividido entre seus filhos e que ela herdou de geração em geração. E a partir do momento que se juntasse com os outros dois “pedaços” do poder, eles seriam fortes o suficiente para enfim derrotar Cabhan.

A fim de se sentir útil e parte de um todo, Iona vendeu tudo o que tinha, deixando sua vida para trás e foi à Irlanda, onde procuraria por seus primos que seriam as outras duas partes e assim, tentaria dar sentido a sua vida. Quando finalmente os encontra, vê sua vida indo em direção a algo muito melhor do que algum dia poderia ter imaginado. Pois seus primos são incríveis com ela, a ajudam a aperfeiçoar sua magia e mais... Como se não fosse bom o suficiente, ela consegue um emprego fazendo o que mais ama que é cuidar de cavalos e acaba ganhando mais dois amigos incríveis e um amor. Algo que ela verdadeiramente não estava esperando, mas que acabou acontecendo e de um jeito arrebatador. E é com todos se ajudando que tentarão com todas as forças acabar de vez com o mal que os persegue há tantas gerações.

Infelizmente tenho que dizer que Bruxa da Noite foi uma enorme decepção para mim. Quando li a sinopse e vi essa capa belíssima achei que encontraria uma história incrível e envolvente e o que li foi uma história chata, repetitiva e sem muito sentido. A impressão que eu tinha ao longo da leitura é que tudo foi jogado de qualquer jeito e muito mal explicado. Por mais que a perseguição do Bruxo Cabhan pela Bruxa da Noite fosse para ter mais poder, senti falta de mais. Não é explicado de onde ele vem, qual sua história... Nada. Também senti falta do que se passou no meio tempo em que Sorcha acabou morrendo que foi no ano de 1263 para o dia em que finalmente os três se encontraram, que foi no ano de 2013. Você simplesmente não sabe se nesse meio tempo também houveram três parentes juntos com os poderes divididos de Sorcha que tentaram matá-lo e eles não conseguiram ou se não houve nada. Pelo que entendi não houve nada nesse meio tempo, mas o porquê exatamente também não é explicado.

A personagem principal, Iona, é uma personagem absurdamente irritante que não consegue ficar calada um único minuto. Sai falando o que dá na telha e na maioria das vezes, para mim, ela não falava coisa com coisa. Como não gosto de pessoas assim na vida real, é claro que acabei não gostando dela. Seus primos também não ficam para trás. Na verdade, o único que salva um pouquinho é Connor. A parte dos três que é o menos chato, pois é o personagem brincalhão, mas mesmo assim não conseguiu minha simpatia. Boyle, o tal amor da vida de Iona é tão irritante quanto ela e eu não conseguia ver um casal mais perfeito do que os dois, pois ambos eram uma chatice só. Iona, uma garota chata que não conseguia ficar calada e Boyle, um cara carrancudo que dispensa uma mulher quando ela está se oferecendo descaradamente para ele. Enfim...

Todos os outros personagens também não conseguiram minha simpatia. Logo, eu tinha uma história que era sempre a mesmíssima coisa, ou seja, Iona treinando, Iona se lamentando por que Boyle não a amava como ela o amava depois de só terem se conhecido a menos de uma semana – Oh Deus não! Eu odeio com todas as forças pessoas que amam as outras depois de conhece-las há algumas horas – Iona cuidando dos cavalos, sua prima cozinhando, e os outros personagens bebendo cerveja. E para não dizer que Cabhan não aparecia, já que teoricamente ele deveria estar sedento de sangue e os perseguindo a todo tempo... Ele aparece de vez em quando com investidas nada dignas de um demônio. Sim. noventa e nove por cento do livro era somente isto. Como se não fosse pior, o pouquinho de ação - se é que aquilo pode ser chamado de ação - apareceu somente nas páginas finais e o final em si quase me fez querer morrer de tão ruim e me desculpem – Tosco.

Nunca havia lido nada da Nora Roberts – pois é – e tenho certeza que não comecei com o pé direito. Acredito quando as pessoas dizem que ela é diva, mas não com esta obra parada, sem graça e sem muito sentido. Infelizmente também não tenho pretensão em continuar a leitura desta série, pois acho muito difícil que vá melhorar com tantos personagens chatos. Eu tentei... Juro que tentei encontrar alguma coisa neste livro que me agradasse para que no fim eu não o achasse de todo ruim, mas infelizmente não encontrei nada. Nem mesmo por se passar na Irlanda que é um lugar realmente mágico que já tive o prazer de conhecer me cativou na leitura. Tudo me pareceu raso. História rasa... Personagens rasos. Enfim, uma pena já que é chato quando não gostamos de um livro.

Falando sobre a parte física, a capa é belíssima, a diagramação e a revisão estão impecáveis como todos os livros da Arqueiro. O tamanho da letra é boa para a leitura e as folhas são amareladas.

Pretendo sim conhecer mais a autora, já que é famosíssima e eu só li esta obra dela até agora dentre tantas que ela já escreveu, afinal ela não começou hoje, né?! Mas com certeza não será lendo como tudo termina nessa série.


13 comentários

  1. Eu odeio livros que acabam deixando o leitor sem explicação de algum fato ocorrido, pois isso faz com que o livro seja decepcionante, assim como você achou esse. Sinceramente, esse livro não me agradou tanto, porque pelas resenhas que eu já li, vi que vou acabar me arrependendo. Mesmo com o conteúdo que não me agradou, eu achei a capa fascinante. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro, embora tenha adorado a sinopse e a capa, o que me fizeram colocá-lo nos meus desejados do skoob, mas agora acho que ele vai para o fim da fila, a vida é muito curta para tantos livros e com personagens chatos então? (também não gosto de personagens perdidos em divagações que se apaixonam perdidamente por quem acabam de conhecer) rs Ainda não li nenhum livro da Nora Roberts, mais por não gostar do gênero que ela escreve do que por outra coisa, mas acho que vai demorar um pouco mais para ler algo dela ^^

    ResponderExcluir
  3. eu tambem ainda nao li nada na Nora Roberts, me interessei muito por bruxa da noite, vou tentar ler só espero nao me decepcionar tambem.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Laisy.
    Poxa, essa capa tinha me cativado e a premissa também, estava até pensando em ler o livro... Mas é bom saber que o livro não te agradou e que o livro foi tão mal organizado e que faltou tantos detalhes importantes. Como confio muito na sua resenha, acho que dificilmente lerei o livro. A vida é curta demais para ler livros que dificilmente agradarão. rs

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de abril. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo carinho e confiança! :)

      Excluir
  5. Pois é, Laisy, também fiquei bem empolgada com esse livro quando vi o lançamento, mas contando com essa sua resenha, já é a segunda que vejo que diz que o livro deixa muito a desejar. É uma pena, né? Porque a sinopse é ótima e a capa, linda. Tenho vontade de ler o Quarteto de Noivas da Nora. Desses livros todo mundo fala bem.
    beijos!

    ResponderExcluir
  6. A capa do livro é realmente linda, e eu gosto muito da autora. Foi ela que me apresentou ao gênero romance, e por isso ela acabou sendo muito especial na minha trajetória literária. Uma pena tu não ter curtido a história. Eu também me incomodo bastante quando há pontas soltas na história, a trama fica desfalcada e nos falta informações para ligar os fatos. Muito decepcionante saber das características tensas do enredo.

    ResponderExcluir
  7. Nora Roberts é contraditória mesmo, assim como muitos outros livros, muitos gostam e outros não. Tenho uma certa curiosidade em ler algum dos livros dela, que são muitos, nossa! Mas creio que agora não seja o momento, e depois de ler essa resenha eu desanimei um pouco.Gosto de livros com ação, e mobilidade rs

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nossa! Que pena que esse livro foi uma decepção total para você. E, realmente, acho que não foi uma boa escolha para conhecer as obras da Nora Roberts. Em relação a trama, acho que fica muito difícil conseguir gostar de algo com personagens tão chatas assim. Enfim, espero que na próxima oportunidade, a Nora possa te conquistar.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  9. Laisy leia algum romance da autora, esse é o ponto forte dela.
    Estava super animada com esse livro mas agora já não sei mais. Eu odeio personagens do tipo da Ione e assim como você, odeio casais que se amam no mesmo dia. O fato do vilão não aparecer como devia também é ruim. Só consigo pensar que esse é um livro de introdução e que a ação está nos próximos mas mesmo assim, cara, que desanimador.

    beijos
    http://pobreleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Odeio quando a autora deixa algo faltando... Nesse caso, fico revoltada!!!! Kkk. Bom, eu até que gostei desse livro mas eu não consigo me prender com o estilo de escrita da Nora. Já li alguns livros dela mas não gostei muito, não. Enfim, desisti dessa autora mas boa leitura para quem gosta. Mas que essa capa está linda, está!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá minha opiniao ja e diferente, pis adorei ja estou no segundo e nao vejo a hora de ser lancado o terceiro livro. Ja li o quarteto de noivas e tambem gostei.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o blog! Pois graças a ele, sabemos o que vem achando dos nossos posts. Se chegou até aqui para comentar, já agradecemos o seu carinho! Ah... E volte sempre! ♥