7 de setembro de 2015

Poirot Investiga por Agatha Christie


Autora: Agatha Christie
Editora: Record
ISBN: 8501012920
Ano:1999
Páginas: 181
Classificação: 
O conto não é o gênero em que Agatha Christie usou o melhor de sua imaginação criminosa. Em compensação, foi nas narrativas curtas que a Dama do Crime demonstrou um insuspeitado talento literário, escrevendo em um estilo mais elaborado e límpido, como o leitor poderá conferir nessa coletânea





Concordando com a sinopse fornecida pelo skoob, realmente os contos não são comuns quando falamos de Agatha Christie, mas isso não quer dizer que ela não demonstre a mesma maestria que podemos conferir nos livros dela. 
Neste livro, teremos os seguintes contos: 
  • A aventura do "Estrela do Ocidente".
  • A tragédia de Marsdon Manor
  • A aventura do apartamento barato
  • O mistério de Hunter's Ludge
  • O roubo de um milhão de dólares em obrigações do tesouro
  • A aventura da tumba egípcia
  • O roubo das jóias no Grand Metropolitan
  • O primeiro ministro sequestrado 
  • O desaparecimento do Sr, Davenheim
  • A aventura do nobre italiano
  • O caso do testamento desaparecido
  • A dama de véu
  • A mina perdida 
  • A caixa de bombons

Todos os contos são narrados pelo inseparável companheiro de Hercule Poirot, o capitão Hastings. Confesso, que tive dificuldade em descobrir a verdade por trás dos fatos nos contos, o que me deixou bem intrigada, já que normalmente, eu descubro ou chego bem perto da verdade, devido aos diversos livros que já li da autora. Mas vamos conhecer um pouco de cada conto. 

A aventura do "Estrela do Ocidente"

Hercule Poirot é procurado por uma jovem estrela do cinema que possui um colar com uma gema de tons avermelhados, conhecida como Estrela do Ocidente. A dama em questão vinha recebendo cartas ameaçadoras, que diziam que o colar deveria retornar ao lugar dele. Com as ameaças, ela decide procurar o detetive, a fim que ele impeça o roubo da jóia. 
No mesmo dia, Hercule Poirot é procurado por outra dama, que também vem recebendo cartas ameaçadoras a respeito de outra jois: o Estrela do Oriente. 
Obviamente, as uas gemas estão relacionadas e caberá oa detetive belga impedir que as jóias sejam roubadas, Ou não. 
Qual a história por trás das jóias? Quem estaria planejando rouba-las? 

A tragédia de Mardon Manor 

Hercule Poirot é contratado por uma agência de seguros para verificar um caso, até então sem muita importância, onde um senhor que havia feito uma apólice de seguro de vidas é encontrado morto no jardim da casa dele com uma espingarda ao lado do corpo; mas não há perfuração por balas no corpo. Na apólice constava que ele não poderia cometer suícidio, mas é notório que o falecido passava por problemas financeiros e o seguro poderia garantir uma boa vida a viúva. 
Poirot começa a investigar e tudo indica uma morte absolutamente normal, até que um jovem capitão atravessa o caminho de Hastings e Poirot e eles descobrem que o jovem estava na casa do falecido um dia antes do incidente e ao ver o visitante, a viúva demonstra-se inquieta. 
Qual o envolvimento do visitante com a viúva? Terá sido uma morte de causas naturais, ou haverá algo sombrio por trás dessa história?

A aventura do apartamento barato

Morar em Londres é bem caro. E achar um apartamento decente é muito difícil. Quando um casal de amigos de Hastings consegue um bom apartamento, em um prédio nobre de Londres, a um preço absurdamente barato, o instito aguçado de Hercule Poirot fareja algo muito estranho. 
Sem pensar duas vezes ele aluga um apartamento no mesmo prédio, alguns andares acima do casal e uma trama de roubo internacional começa a aparecer.
Qual o mistério envolvendo o casal? E porque o apartamento tinha um valor tão barato?

O mistério de Hunter's Ludge

Poirot esta muito gripado (tadinho!), e caberá a Hastings recolher as pistas para solucionar este caso. Um jovem aparece na casa de Poirot informando que o tio dele fora assassinado na antiga cabana de caça da família. Hastings e o rapaz partem para o local, mas não sem antes Hastings prometer que manteria Hercule a parte dos acontecimentos através de telegramas e cartas. 
Hastings começa a recolher as informações sobre o crime: Na cabana estavam a mulher do rapaz, uma governanta e o tio dele. Em determinado momento, um homem com sotaque americano solicita uma audiência com o tio dele e logo depois ouviu-se um tiro na casa. As duas mulheres, correram para a sala onde o tio estava recebendo o visitante, mas a porta estava trancada. Deram a volta na casa e quando chegaram a janela do cômodo, encontraram o tio morto e nem sinal do visitante misterioso. 
Quem é esse visitante? O que aconteceu para que o tio do rapaz acabasse assassinado? Poderá Hastings solucionar este caso, contando apenas com a ajuda do detetive belga à distância?

O roubo de um milhão de dólares em obrigações do tesouro

Poirot é procurado por uma jovem que esta muito preocupada com o namorado. O rapaz era responsável pelo transporte de obrigações (títulos) do tesouro durante uma travessia da Inglaterra aos EUA, a bordo de um navio. Porém, mesmo com uma maleta especialmente preparada para o transporte dos títulos, contendo uma das fechaduras mais confiáveis do mundo, e com as alegações do rapaz de que não se manteve distante dos documentos, os mesmo são roubados misteriosamente. 
Para piorar, os títulos começaram a ser comercializados nos EUA poucos minutos depois do desembarque da tripulação, e um dos compradores afirma que os títulos estavam sendo negociados muito antes disso. 
Como é possível? Quem roubos os documentos? Como conseguiu abrir a maleta e descer do navio com os documentos, quando todos foram minuciosamente revistados? 
Perguntas que só Hercule Poirot poderá responder...

A aventura da tumba egípcia. 

Maldições envolvendo a profanação de tumbas de faraós egípcios por arqueólogos não são uma novidade, mas quando uma sequência de mortes envolvendo os "profanadores" começa a ocorrer, Hercule Poirot precisa entrar em ação antes que não sobre ninguém pra contar a história. 
Será que o faraó retornou dos mortos para se vingar dos que ousaram desperta-los? Ou será que o problema é alguém bem vivo?!

O roubo das jóias no Grand Metropolitan

Hastings consegue ganhar um dinheiro extra através de alguns investimentos e convida o extravagante amigo belga para passar um final de semana em um dos hotéis mais badalados na alta sociedade inglesa. 
Durante a estadia de ambos, eles conhecem um casal que também vem obtendo uma pequena fortuna através do mercado financeiro, e a mulher adora jóias. 
Durante uma conversa entre Poirot e a senhora, ela decide buscar um colar de pérolas para mostrar ao detetive; porém, ao chegar no quarto, ela percebe que suas pérolas foram roubadas. 
No quarto estavam apenas a camareira e a criada pessoal dela. A criada tinha ordens de não deixar a camareira sozinha durante a arrumação do quarto da patroa e de não entrar no recinto na ausência da mesma (salvo para acompanhar a camareira). 
Ambas as empregadas são revistadas e as pérolas não são encontradas com nenhuma delas. Um torrente de acusações começa a ser trocada entre as duas. Mas como uma delas poderia ter roubado as pérolas e te-las escondido sem ter conseguido ao menos sair do quarto, já que a patroa chegou logo em seguida?
Onde estarão as pérolas? Quem roubou as jóias? Muitas perguntas e muitas acusações marcarão essa história.  

O primeiro ministro sequestrado 

Hercule Poirot é convocado pelo governo britânico a desvendar o desapareccimento do primeiro ministro da Inglaterra, que fora sequestrado à caminho de uma importante conferência na França, que pode definir os rumos na negociação no fim da guerra.
Durante o trajeto, o carro do primeiro ministro foi abordado, e posteriormente só forma encontrados o motorista e o assessor amarrados e cloroformizados no veículo. 
Uma trama que irá ocorrer entre o canal da mancha, com Hercule Poirot tendo apenas 24h para encontrar o primeiro ministro. 
Será que dá tempo? 

O desaparecimento do Sr. Davenheim

Um conhecido baqueiro sai de casa para uma caminhada e nunca mais volta. As roupas dele são encontradas na beira de uma estrada e o cofre que ficava no escritório do banqueiro foi arrombado. 
A única pista é uma visita que o banqueiro recebeu no dia do desaparecimento. O homem foi encaminhado para o escritório do desaparecido e lá ficou esperando-o voltar da caminhada, mas, como já sabemos, isso nunca ocorreu. 
Teria ele arrombado o cofre? Onde está o sr. Davenheim? Que segredos estavam guardados naquele cofre? 
A resposta pode estar bem debaixo do nariz da polícia, mas só Poirot poderá enxergar a verdade. 

A aventura do nobre italiano

Poirot recebe a visita de um amigo médico, mas essa será uma visita breve, pois logo a governata do visitante invade a casa de Poirot informando que recebeu um telefonema muito estranho. 
Ela narra que uma voz em tom de sussuro ligou pedindo socorro e tudo que ela conseguiu entender foram as palavras Foscatine e Regent's Court. 
Imediatamente, o médico recorda-se que possui um paciente italiano com esse sobrenome e que mora precisamente neste conjunto de apartamentos e põe-se à caminho do local juntamente com Poirot. 
Após conseguirem abrir o apartamento que se encontrava trancado, eles se deparam com a seguinte cena: o cadáver esta sentado próximo a mesa de telefone com uma pancada na cabeça. A arma, uma estatueta esta bem ao lado do corpo e há uma mesa de jantar posta com três lugares.  Segundo o valete do morto (mordomo), ele tería recebido dois homens para jantar naquela noite e teria dispensando os serviços do criado, a fim de resolver alguma negociação financeira com aqueles senhores. 
Mas ninguém viu esses senhores! Como descobrir o assassíno do nobre italiano?

O caso do testamento desaparecido

Um jovem órfã foi criada por um tio muito rico, porém com ideias bem retógradas. Ele era totalmente contra a educação de mulheres, acreditando que elas deveriam ser ensinadas apenas nos afazeres domésticos e coisas básicas. 
A jovem se revoltou e o tio a informou que se ela seguisse adiante com aquelas ideias "revolucionárias", ela poderia dar adeus a herança que ele pretendia deixar para ela. Ela decide então abandonar o tio e estudar, conseguindo se formar em uma faculdade e tornar-se uma mulher independente.
Muitos anos depois, o tio vem a falecer e deixa um testamento em que afirma que existe outro testamento, deixando tudo para a sobrinha, e que ela tem o período de 1 ano para encontra-lo. Do contrário toda a sua fortuna irá para a caridade. 
Ele quer provar que a experiência de vida dele vale muito mais do que todos os anos de estudo dela. Para conseguir achar o testamento, a jovem contrata os serviços de Hercule Poirot, que terá de provar que é mais esperto que o velho tio. 

A dama de véu
Poirot é procurado por uma jovem com um véu cobrindo o rosto. Ela esta desesperada, pois vem sofrendo ameaças devido a uma carta amorosa que trocou com um soldado de guerra. Só que o soldado morreu e agora ela esta prestes a se casar com um conde. Não ficaria nada bem que o conteúdo daquela carta viesse à público neste momento, e por isso, ela contrata os serviços do detetive belga. Ele deve reaver a carta. 
Porém, nem tudo é o que parece ser, e ao tentar resgatar uma simples carta, Poirot descobre que a jovem pode estar envolvida em um roubo a uma joalheria de Londres. 
Será? 

A mina perdida
Poirot conta a Hastings como conseguiu títulos de uma mina como pagamento por serviços prestados a uma grande companhia de extração de minérios. 
Há algum tempo atrás, ele foi chamado para descobrir a localização de uns mapas de terras que possuíam uma grande quantidade de minério. Os mapas estavam sendo levados a Londres por um chinês, que tinha uma reunião marcada com os diretores da empresa mineradora para negociar os mapas. Porém, na hora e dia marcados, o chinês não aparece. Posteriormente seu corpo é encontrado num rio e os mapas haviam desaparecido. 
Quem matou o homem? Onde estão os documentos? Caberá a Hercule Poirot lhe responder. 

A caixa de bombons
Essa é a história de um fracasso. Isso mesmo! Hercule Poirot; o grande detetive, falhou!
Poirot conta uma história, de quando ainda trabalhava para a polícia belga, para seu amigo Hasting. Uma morte, que aparentemente teve causas naturais, pode não ter sido tão natural assim...Porém, ele deixa passar um detalhe. E esse detalhe fará toda a diferença para o desfecho do caso. 


O conto que mais gostei foi "O desaparecimento do Sr. Davenheim". Pra quem não sabe, existe uma adaptção, produzida pela rede britânica BBC, com todos os casos de Hercule Poirot. A série já encontra-se na décima terceira temporada e você pode acompanhar através deste link, ou procurar no youtube. Vale muito à pena assitir! 

22 comentários

  1. Oi, Natalia. Eu gosto bastante de alguns livros escritos em contos. Ainda não li nenhuma obra da Agatha Christie, porém estou bem ansioso para o grande feito. O conto que mais gostei foi O caso do testamento desaparecido.

    ResponderExcluir
  2. Nossa quantos contos e parecem ser muito bons.
    Estrela do ocidente me interessou o roubo de duas jóias, que mistério e suspense quem estaria atras das jóias. E a tragédia de Mardon Manor e o visitante misterioso e a viúva aí tem kk. O caso do testamento desaparecido, a jovem tem que achá-lo em 1 ano se não perde a herança, é uma verdadeira caça ao tesouro. Gostei de mais, mas chega se não vai virar um jornal rsrsrsrs. Não sabia da série, anotei na minha agendinha para procurar.

    ResponderExcluir
  3. Oi Natalia...
    Pode acreditar, ainda não li nada da autora e tenho imensa vontade de ler. Este é o segundo livro de contos que descubro dela. Me parece que ia gostar muito, gosto quando não descubro imediatamente as coisas, acho que a leitura fica mais envolvente ainda.
    Me interessei pelo conto da Dama de véu.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Pela resenha me deu vontade de ler os contos, mas principalmente "A Dama de Véu " e a " A aventura da tumba Egípcia que foram os que mais me chamaram a atenção na resenha,
    Parabéns pela resenha!
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi Natalia,
    Gosto dos livros da Agatha e mesmo não sendo fã de contos vou procurar esse livro para ler. Fiquei curiosa com "A caixa de bombons" como assim Poirot falhou?! Preciso entender essa história haha.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nada da Agatha Christine, mas sei que ela é uma autora bastante comentada positivamente, por conta dos conteúdos que ela publica. Vendo esse conto, vi que é mais um dos seus ótimos livros. Os contos aparentam ser geniais!

    ResponderExcluir
  7. Natália!
    Tudo que vem da Rainha do crime vale muito a pena.
    Li esse livro há anos atrás e alguns contos nem lembro direito, valeria uma nova leitura.
    “Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Natalia.
    Apesar de não ser novidade a questão da profanação de tumbas egípcias, esse foi o conto que, pela pequena descrição, mais me chamou a atenção. Gostaria de conferir como o tema foi trabalhado.
    A aventura da "Estrela do Ocidente" também me parece ser um bom conto. Gostei da premissa.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  9. Que maravilha!
    Fiquei cheia de vontade de adquirir o livro e conhecer cada um desses contos.
    Os que me chamaram bastante a atenção foram os "A Tragédia de Mardon Manor" e "A Aventura da Tumba Egípcia".

    ResponderExcluir
  10. Nossa, amo a Agatha Christie, mas ainda não tinha lido esse livros de contos do Poirot, estou louco para a leitura, principalmente dos conto da tumba egípcia, pois adoro a mitologia do Egito. Que bom que você gostou, também fiquei sabendo que vai ter série dele.
    Abraços :)

    ResponderExcluir
  11. Adoro as histórias da Agatha Christie, minhas preferidas são da Miss Marple, já li todos os livros, assisti as séries da BBC e aos filmes da msm emissora, do Poirot eu li apenas um e assisti a dois filmes, que infelizmente não lembro os nomes, mas são histórias mto boas e criativas, adoro!

    ResponderExcluir
  12. Hello!!
    Eu nunca li nada da Agatha Christie! Vergonha ne?!
    Acabou de ser lançado uns boxes com varios livros dela e achei taooo lindo que vou comprar um pra ver se gosto da escrita dela. Pq eu amooooo historias de investigação e vc ter falado que nao descobriu o final ja me deixa animada, pq sempre é bom ser surpreendida ne?
    Amei a dica do livro de contos, ainda mais com esse tanto de historias, se eu gostar mesmo da escrita dela, vou tentar ler esse livro tb.
    Bjus

    ResponderExcluir
  13. Apesar de não ser uma fã de contos, sempre dou uma chance para eles.
    Nunca li nenhuma das obras de Agatha Christie, mas acredito que ela conquistará a muitos que gostam de histórias do gênero, apesar de ter mais jeito para os romances do que para os contos, certo?
    Esse livro parece ser incrível, pois adoro histórias que tem mistérios com casos para resolver, pois sempre tento descobrir antes de tudo ser revelado.
    Já anotei a dica para ler assim que possível.
    Abçs Natalia!

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Eu não sou uma grande fã de livros policiais, mas acho que iria gostar desse por serem contos, então a leitura fica mais rápida... Gostei da sinopse de vários, principalmente de A aventura do apartamento barato.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Eu gostei de O desaparecimento do Sr. Davenheim e A aventura do "Estrela do Ocidente",mas eu não sou ler ação ou livros policiais,prefiro ver como filme ou seriado. Nunca li nenhum livro da Agatha Christie,mas já ouvi falar de vários livros dela

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Vejo as pessoas falarem muito dos livros da Agatha Christie mas ainda não li nenhum, gostei muito de contos e esse é um livro que me interessou muito ainda mais por saber que nos surpreende e que não conseguimos descobrir de cara !!!

    ResponderExcluir
  17. Já li alguns livros da Agatha que tem Hercule Poirot como protagonista e adorei ainda não conhecia os contos envolvendo ele e espero adquirir em breve esta obra. Poirot e um personagem que admiro muito ouvi que tem uma serie de tv com ele mas infelizmente ainda não vi mas espero que chegue aqui no brasil em breve.

    ResponderExcluir
  18. acredita que eu nunca li nenhum livro da agatha? :S
    eu não leio muitos contos. mais por falta de oportunidade mesmo, não por gosto.
    o conto que eu mais gostei foi "a aventura do apartamento barato". "a caixa de bombons" também chamou minha atenção.

    beijos

    ResponderExcluir
  19. Nunca li nada dessa escritora e olha que seus livros são altamente falados, mas eu não me interessei muito pela premissa dos contos e por isso passo esse leitura adiante.

    ResponderExcluir
  20. eu adoro a agatha Christie (não tanto quanto a minha irmã, mas.... )
    mas acho que nunca li nenhum conto dela, procurar a aqui na minha estante (da minha irmã na verdade, mas...) p poder mudar isso
    ah avaliar livros de conto é complicado, pq as vezes vc gosta de um de outro não, mas da Christie acho q todos vão ser bons

    ResponderExcluir
  21. Já li algumas coisas da Agatha, mas não esse livro de contos. E o Poirot é um dos melhores personagens que ela já inventou, né? Adoro ele. Já tinha ouvido falar dessa série, só que nunca tinha parado para assistir, então vou fazer isso agora. Nada como um empurrãozinho para dar um jeito nas coisas. E o livro foi pra lista!

    ResponderExcluir
  22. Sou fã da autora, e realmente seus contos são poucos, mesmo assim bons, aliás, como a maioria de sua obra.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o blog! Pois graças a ele, sabemos o que vem achando dos nossos posts. Se chegou até aqui para comentar, já agradecemos o seu carinho! Ah... E volte sempre! ♥